Conube

Conube


dezembro 2016
D S T Q Q S S
« nov.    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias


Boletos do MEI são enviados por correio para diminuir a inadimplência

José Carlos R. JúniorJosé Carlos R. Júnior

O alto índice de microempreendedores individuais brasileiros que não pagaram o tributo nos últimos meses está fazendo com que o governo adote medidas alternativas para cobrar essas taxas e diminuir o número de inadimplentes. No total, o Brasil tem hoje mais de quatro milhões de microempreendedores individuais. Destes, mais de 60% não pagaram a taxa, segundo levantamento feito levando-se em conta só o mês de fevereiro.

Em função deste alto índice, a Secretaria da Micro e Pequena Empresa anunciou que, a partir deste mês, começa a enviar por correio os boletos com as taxas que os microempreendedores individuais (MEI) devem pagar.

Filipe Rubin, gestor estadual do MEI do Sebrae-SP, explica que muitas das pessoas que entraram nessa categoria ainda não se habituaram a algumas obrigações, como o pagamento do Documento de Arrecadação do Simples (DAS). Caso o indivíduo fique muito tempo sem pagar, pode até ser excluído do regime do Simples.

A taxa corresponde a 5% do salário mínimo (equivalente a R$ 36,22), que vai para o INSS, garantindo uma série de benefícios ao empreendedor, como auxílio-doença e salário-maternidade. “Tais direitos têm um prazo de carência. Por isso, é fundamental que a pessoa esteja em dia com o DAS para que tenha direito ao benefício, pois se ela deixar de pagar por cinco meses a acertar tudo de uma vez, o INSS só vai considerar como um mês de contribuição”, avisa Rubin.

José Carlos R. Júnior é jornalista, redator e revisor de textos. Trazendo uma experiência de mais de 10 anos gerenciando editorias em diversas mídias online e impressas, é hoje o responsável pela gestão de conteúdos e de comunicação da Conube.

Comments 0
There are currently no comments.