Pedir um empréstimo nem sempre significa cair numa cilada cheia de juros altos. Existem opções dentro dessa modalidade de crédito que podem ajudar você a conseguir dinheiro sem complicar o seu orçamento. São os chamados empréstimos com garantia.

Ao contrário dos modelos tradicionais de empréstimo, os tipos que usam algum bem como garantia costumam ter as menores taxas do mercado. Isso porque, com a garantia registrada, as instituições financeiras assumem menos riscos do que empréstimos comuns, o que permite oferecer juros mais baixos.

Atualmente, três tipos de empréstimo com garantia têm se tornado populares aqui no Brasil: o empréstimo com garantia de imóvel, com garantia de veículo e o consignado privado (que usa o salário do colaborador como garantia).

Como funciona

O empréstimo com garantia pode ser útil tanto para pessoas físicas ou jurídicas. O bem fica transferido, servindo como garantia de pagamento das parcelas do crédito.

Essa operação financeira é conhecida como alienação fiduciária, então, primeiro precisamos entender o que é alienação fiduciária, antes de falarmos sobre os tipos de empréstimos com garantia.

Alienação fiduciária também conhecida como a antiga hipoteca, é quando você aliena a propriedade do bem em questão com a finalidade de contratar o crédito com maior prazo e menores juros de pagamento.

Após o pagamento do crédito ser concluído, a propriedade retornará para você. A posse direta continua sendo sua normalmente. Entenda mais abaixo!

Consignado privado

O crédito de consignado privado é direcionado para pessoas que trabalham em empresas privadas, que possuem conveniência com instituições financeiras. O valor do empréstimo sempre é disponibilizado de acordo com o salário do funcionário da empresa privada.

Nessa modalidade, o empréstimo é conhecido por ter parcelas automáticas, ou seja, todo mês é descontado diretamente da folha de pagamento do funcionário. Dessa forma, a empresa necessita ter o convênio com um credora, para que os descontos e repasses sejam realizados.

Os juros também são baixos em comparação aos outros empréstimos, porém, em média, o colaborador tem o prazo de quatro anos para quitação de crédito. E, por isso, muitos bancos cobram a primeira parcela 60 dias após a assinatura do contrato.

Empréstimo com garantia de veículo

Usar o veículo como garantia é um dos tipos mais populares, porque este é um bem comum entre os brasileiros. Isso significa que o seu carro pode ajudar você a levantar um dinheiro sem precisar que ele saia da sua garagem.

Este tipo de empréstimo permite que você tenha acesso a crédito com juros de até 20,80% ao ano, muito abaixo das taxas cobradas em linhas de créditos mais populares, como cartão de crédito (300% a.a.) e cheque especial (323% a.a.).

Seu carro precisa estar totalmente quitado e ele passa a pertencer à instituição financeira que ofereceu o crédito (dinheiro) até a quitação das parcelas. A posse, em si, continua sendo sua, ou seja, você utilizará seu carro normalmente.

Esse tipo de empréstimo só pode ser feito no nome do proprietário do veículo, não sendo possível contratar o crédito com o veículo em nomes de terceiros, como parentes ou cônjuge. Além disso, é necessário que o carro esteja em bom estado de conservação, pois a instituição financeira realizará uma vistoria, será avaliado o valor real do veículo, sendo os principais critérios o ano de fabricação, a quilometragem e o valor de mercado do veículo.

Algumas soluções permitem você simular de graça um empréstimo com garantia de veículo. Para isso, você indica o valor que gostaria de pedir, envia alguns dos seus dados pessoais e do seu veículo e recebe uma sugestão exclusiva de acordo com o seu perfil. Você pode pedir entre R$ 5 mil e R$ 150 mil.

Empréstimo com garantia de imóvel

Você pode usar um imóvel – residencial ou comercial – como garantia para diminuir os juros do seu empréstimo. Este tipo de crédito é ideal para quem precisa levantar um bom valor e deseja pagar as parcelas com as menores taxas do mercado.

É possível pedir entre R$ 30 mil e R$ 3 milhões com o empréstimo com garantia de imóvel. Os juros são de apenas 9,4% ao ano, bem mais baixas, e a simulação também é gratuita.

Diferentemente da modalidade de veículo, no empréstimo com garantia de imóvel, seu bem não precisa estar totalmente quitado. Apesar disso, o crédito imobiliário é um pouco mais burocrático. Isso acontece porque é necessário ter a certeza da validação da garantia.

Outra diferença em relação ao empréstimo com garantia de veículo é que o imóvel pode ser vendido, porém o procedimento é diferente da venda tradicional. Tem que realizar a quitação da dívida ou o novo comprador deve assumir o débito.

É preciso se atentar a dois pontos nessa modalidade:

  1. O valor do empréstimo não pode ultrapassar de 60% do valor imóvel;
  2. Caso o pagamento das parcelas não seja realizado, o banco pode leiloar o imóvel.

Essa modalidade de crédito também é conhecida como home equity, que está cada vez mais se popularizando no Brasil.

Empréstimo com garantia: Entenda o que é e quais são as suas vantagens

Empréstimo consignado privado

Ao contrário dos outros tipos de empréstimos consignados, o empréstimo consignado privado é exclusivo para funcionários de empresas privadas. Nesse caso, o salário é usado como garantia para impulsionar a queda do valor dos juros. Para que isso aconteça, a empresa precisa ser parceira da instituição financeira que oferecerá o empréstimo consignado.

O colaborador precisa entrar em contato com o departamento de Recursos Humanos da empresa e dizer que tem interesse em usar esse tipo de benefício. Nesse momento, o RH deve apresentar quais instituições financeiras possuem convênio e permitir que o funcionário avalie as melhores condições antes de fechar o negócio.

Depois que o acordo é firmado entre empresas e funcionário, o valor é descontado mensalmente da folha de pagamento, cujo desconto é sinalizado no holerite.

Confira 5 vantagens do empréstimo com garantia

1. Menores taxas de juros

Em geral, os juros são menores, justamente por estar sendo envolvida uma garantia. Assim, acaba sendo um ótimo negócio para quem quer pagar menos dentro das opções de empréstimos do mercado.

2. Nome negativado não é problema

Outra vantagem deste modelo é para quem está negativado. Mesmo com alguma dívida pendente ou restrição nominal pode é possível conseguir o empréstimo com garantia. Claro que existe a análise do seu perfil, mas estar inadimplente não é impeditivo para obter esse crédito.

3. Prazo mais longo para pagamento

Para facilitar a vida do contratante, o empréstimo com garantia tem a possibilidade de um prazo maior de pagamento, tornando as parcelas mais leves. Ou seja, elas se ajustam ao orçamento e não prejudicam o planejamento financeiro.

4. O bem segue com você

Durante o período do empréstimo, o bem vinculado segue normalmente com o contratante. E, mesmo ao não pagar as parcelas, caso tenha pendências, ainda haverá um prazo para acertar os débitos.

Normalmente, caso o pagamento de uma parcela não seja efetuado no prazo contratado, você ainda tem cerca de 30 dias para quitá-lo. Após isso, pode ser feita uma sinalização no Cartório de Títulos e Documentos pelo prestador.

5. Crédito rápido e maiores chances de aprovação

Ao utilizar um bem como garantia ou o desconto na folha de pagamento, as chances de adquirir o crédito aumentam consideravelmente. Portanto, caso você precise resolver uma urgência, como um problema financeiro, o empréstimo com garantia é a solução.

Quem pode contratar este empréstimo?

Qualquer um pode contratar, tanto pessoas físicas quanto jurídicas, mas para cada tipo de modalidade existem pequenas restrições. Vamos entender quais são elas?

Garantia com Veículo

  1. Veículo deve estar quitado;
  2. Contrato só pode ser feito em nome do proprietário do veículo;
  3. As instituições não costumam aceitar modelos mais antigos;
  4. O carro não pode ter dívidas com multas em atraso ou IPVA;
  5. É necessário que o veículo esteja em boas condições.

Garantia de Imóvel

  1. Análise de renda para verificar as condições financeiras e sua capacidade de pagamento;
  2. Análise física e jurídica do imóvel, conferência de toda documentação pessoal e do imóvel;
  3. Não é preciso que o contratante seja o dono do imóvel, porém o proprietário precisa participar de toda operação de contratação do crédito;
  4. O imóvel poderá estar atrelado a apenas uma operação de crédito.

Consignado Privado

  1. O funcionário só pode solicitar se trabalhar em uma empresa parceria de uma instituição financeira;
  2. Máximo de 35% de sua renda líquida mensal com consignação de crédito;
  3. Esse valor ainda é dividido em 30% para empréstimos e os outros 5% para um cartão de crédito consignado;
  4. O colaborador privado não pode escolher o banco onde quer contratar o empréstimo (apenas se a empresa tiver mais de uma opção de credora);
  5. Normalmente, o trabalhador precisa ter no mínimo 3 meses de carteira assinada.

Como contratar um empréstimo com segurança?

O primeiro ponto que sempre orientamos para assegurar-se sobre as parcelas é que elas devem caber no seu orçamento. Assim, não prejudicarão o planejamento financeiro. Além disso, listamos os principais cuidados em contratar um empréstimo:

  • Antes de fornecer seus dados, certifique-se que está falando com um funcionário da instituição;
  • Mesmo com as taxas baixas de juros, desconfie de ofertas que fogem da média;
  • Faça simulações;
  • Pesquise todo o histórico da credora;
  • Antes de assinar qualquer documento, leia as cláusulas com atenção;
  • Contrate apenas o valor que realmente precisa;
  • Não deposite ou transfira dinheiro algum para pessoas físicas, credoras trabalham apenas com contas bancárias jurídicas.

Tomando estes cuidados, no geral, os processos são bastante seguros. No contrato de toda alienação fiduciária devem ser apresentados dados relevantes, como prevê a Lei nº 9541/97:

  • Valor da dívida;
  • Prazo e condições de pagamento do empréstimo;
  • Taxa de juros e encargos incidentes;
  • Descrição do objeto de alienação, bem como a indicação de propriedade e modo de aquisição;
  • Cláusula assegurando a livre utilização do bem pelo beneficiário;
  • Valor da propriedade e de critérios de revisão para o caso de venda.

Portanto, atente-se a todos esses pontos no contrato!

O que é preciso ficar atento

Antes de contratar qualquer tipo de empréstimo, é preciso checar se a instituição financeira é licenciada no Banco Central para fazer esse tipo de transação. Somente empresas autorizadas pelo governo devem ser cogitadas.

Depois, confira as condições de pagamento. No mercado há várias alternativas de empréstimo. Compare as opções, faça simulações gratuitas e avalie qual empresa tem as melhores taxas e prazos.

E não se esqueça: antes de contratar o empréstimo, levante todos os custos que você tem mensalmente e só então calcule se o valor das parcelas cabe mesmo no seu orçamento.

* Esse post foi escrito pelos nossos parceiros da Creditas. Ela é a maior plataforma online de crédito do Brasil e foi criada para facilitar a vida de quem necessita de crédito no mercado, seja para realizar projetos, como a abertura de uma empresa ou um momento de urgência pessoal. Ficou interessado? Conheça mais sobre a Creditas aqui!

A Creditas Exponencial é o portal de Educação Financeira da Creditas. Acesse nosso site para ler sobre economia sem complicação: www.creditas.com/exponencial