Conube

Conube


dezembro 2016
D S T Q Q S S
« nov.    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias


Entenda o certificado digital correto para sua empresa

Gabriel MarquezGabriel Marquez

Na hora de escolher o certificado digital que mais vai se adequar às suas características ou às necessidades de sua empresa, é necessário que se faça um comparativo entre os tipos existentes. Independentemente da opção, o objetivo deste recurso é sempre o mesmo: funciona como uma espécie carteira de identidade eletrônica, permitindo que uma transação realizada através da internet torne-se perfeitamente segura e autêntica.

Mas há muitas diferenças importantes entre os tipos de certificados e uma escolha equivocada pode gerar problemas futuros. Os tipos mais comuns são o A1 e o A3. São eles que serão analisados aqui. Os cinco pilares básicos desse comparativo são necessidade, segurança, praticidade, funcionalidade e economia. A seguir, as principais diferenças entre os dois tipos.

Mídia armazenadora

A1

A3

Fica armazenado no próprio disco rígido do computador, que também é utilizado para realizar a assinatura digital. Como trata-se de um documento eletrônico em forma de arquivo, ele pode ser copiado para outros micros e dispositivos de armazenamento. Aliás, é recomendável que seja feito um backup (cópia de segurança) desse certificado.  A chave privada é armazenada em um dispositivo portátil do tipo smart card ou token, que possuem um chip com capacidade de realizar a assinatura digital. O cartão necessita de uma leitora. O token é um dispositivo que se conecta ao computador através da porta usb. Se parece com um pendrive, embora pendrives comuns não possam ser utilizados como tokens.

 

Finalidade

A1

A3

Esse é o tipo mais apropriado para uso em múltiplos computadores, empresas com filiais, sistemas de informação e em situações de grande volume de emissões de notas fiscas eletrônicas (NF-e). É mais apropriado quando o uso é pequeno, já que a mídia utilizada (token ou cartão) deve estar conectada ao computador a cada uso.

Vulnerabilidade

A1

A3

Está menos sujeito a riscos de perda, já que a senha do certificado não precisa ser gravada, sendo solicitada apenas na instalação, evitando perdas de senha e uso indevido. Os dispositivos necessários (cartão + leitora ou token) ficam mais sujeitos a roubos e danos nos transportes. Quem for utilizá-lo, precisa ter a senha do certificado e ela precisa ser digitada a cada utilização.

 

Validade

A1

A3

1 anos 3 anos

 

Segurança

A1

A3

Oferece total segurança para seu propósito e em sua utilização, mas suas características permitem que o arquivo seja copiado para outros dispositivos. É considerado mais seguro, justamente porque é gerado em um cartão inteligente ou token, o que não permite a exportação ou qualquer outro tipo de reprodução ou cópia da chave privada.

Custo

A1

A3

Em função de ser apenas um arquivo armazenado no próprio computador do usuário e de ser válido por um ano, este certificado tem no preço uma de suas vantagens. Como é gerado a partir de um cartão ou token (para o cartão ainda é necessária a compra de uma leitora) e tem validade de três anos, tem um custo mais alto comparado ao tipo A1.

 

Tabela comparativa

Tabela A1 A3Saiba mais sobre como obter seu certificado digital com o Conube clicando nos links:

Comments 0
There are currently no comments.