Conube

Conube


dezembro 2016
D S T Q Q S S
« nov.    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias


Hábitos para evoluir: 4 dicas para desenvolvedores web

Gabriel MarquezGabriel Marquez

Aprender um código, seja feito através de um sistema ou de forma independente, pode ser uma tarefa árdua. Muitas vezes, para se evoluir como desenvolvedor, deve-se aceitar a frustração inicial e permitir-se aprender aos poucos. Neste post, destacamos 4 dicas para desenvolvedores web, hábitos que devem ser adquiridos para caminhar em direção à excelência em desenvolvimento e programação. Vamos lá?

Confira 4 dicas para desenvolvedores web

1. Pesquisar sempre

Quando você quer aprender um código — especialmente ao trabalhar com materiais que não podem ser cuidadosamente sequenciados ou curadoria — que são, muitas vezes, confrontados com jargões, conceitos ou sintaxe que não são familiares para você, deve-se buscar as fontes e a origem das palavras.

Quando lê-se um romance, pode ser muito fácil inferir o significado de uma palavra a partir do contexto. Já na programação, nem tanto. Deve-se tratar cada palavra desconhecida ou conceito como uma nova sub-lição que deve ser concluída antes de prosseguir. Esta é  uma preocupação muito realista.

Para conciliar o desejo de seguir em frente com a sensação incômoda de que deveria estar cavando mais profundo à medida que se avança, você deve entender que procurar aprender não significa que você necessariamente deve lançar-se em plena exploração do novo conceito, mas, sim, fazer uma triagem rápida. Essencialmente, você deve parar a tarefa em mãos e, no curso de um minuto ou até menos, avaliar onde o termo ou conceito se encaixa em sua compreensão atual. Então, você pode decidir se é:

a) Algo simples e relevante que você pode digerir completamente em poucos minutos. Se assim for, faça-o. Pode não ser essencial para sua tarefa atual, mas, com o tempo, ele irá ajudá-lo a construir uma base muito mais ampla e mais forte.

b) Algo importante, mas não essencial, e complexo demais para entrar em sua cabeça agora. Se este for o caso, tente encontrar a definição de uma frase e anote-a em uma lista de execução, para depois revê-la em profundidade quando sua agenda permitir.

c) Algo que não é relevante a curto ou médio prazo. Neste caso, você pode simplesmente ignorar e voltar para a tarefa original.

4 hábitos para ajudar a evoluir como desenvolvedor

2. Tirar dúvidas

As pessoas temem perguntar o que elas consideram ser algo estúpido — mais precisamente, perguntas de um novato. Este medo é compreensível e agravado em um espaço como a programação, onde as respostas úteis que encontramos são, muitas vezes, desnecessariamente complicadas e/ou castigam o consulente para o que se admitiu falta de compreensão. Adicione a isso um léxico interminável de siglas e jargões e não é de se admirar que muitos hesitam em levantar a mão com uma pergunta.

Há duas soluções para isso: primeiramente, faça uma lista das melhores pessoas e recursos que você tem disponíveis. Algumas vezes, o Google levará você na direção certa, mas procurar por blogueiros específicos para sua área, pesquisar por vídeos no Youtube ou olhar a documentação original poderão fornecer a resposta mais adequada.

Também, qualquer vergonha que você tenha em fazer uma pergunta boba no início será ofuscado pelo constrangimento que você irá sentir quando perceber que está fazendo algo errado durante anos, simplesmente por medo de perguntar.

3. Código Limpo, desde o início

Escrever código limpo é tanto uma prática em manter a sintaxe organizada (pequenas coisas como recuo e espaçamento adequado) como são princípios orientadores muito mais amplos.

Nem todos concordam sobre o código limpo, mas, em geral, é algo que qualquer programador novato pode passar a fazer em um curto período de tempo caso seja dedicado e, em seguida, colocando em prática imediatamente. Em termos de retorno para seus investimentos, práticas de codificação limpas são quase sempre muito boas e dão excelentes retornos.

4. Trabalhar em paralelo

É sempre bom ter, pelo menos, duas tarefas significativas para trabalhar a qualquer momento. Quando você está preso em apenas uma, pode ser muito desgastante. Muitas vezes, é emocionalmente útil simplesmente alternar tarefas e saber que você tem alcançado resultados úteis.

E você? Já tem sua empresa aberta? Trabalha formalizado?

Se precisar de uma ajuda, a Conube está à disposição!

Comments 0
There are currently no comments.