Conube

Conube


dezembro 2016
D S T Q Q S S
« nov.    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias


Profissionais liberais terão que informar CPF dos clientes no Imposto de Renda

José Carlos R. JúniorJosé Carlos R. Júnior

Na última semana, a Receita Federal informou uma medida que visa aprimorar a fiscalização de profissionais liberais na hora da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). A alteração deve afetar médicos, dentistas, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, advogados, psicólogos e psicanalistas.

Será exigido que esses profissionais incluam os CPFs de seus clientes no Carnê Leão, entregue mensalmente, bem como os respectivos valores pagos por cada um. Antes, só era necessário declarar o valor global recebido, sem a obrigatoriedade de detalhar os valores avulsos, nem os CPFs. As empresas já eram obrigadas a informar o CNPJ por meio da Declaração de Serviços Médicos e de Saúde (Dmed).

MedicosA nova medida entrará em vigor para declarações de IRPF a partir de 2016, com base nas informações de 2015. Com a mudança, o Fisco espera que o número de contribuintes que caem na malha fina irá diminuir. Caso não incluam os valores e CPFs no Carnê Leão, terão que colocar as informações em sua declaração do Imposto de Renda entregue no ano seguinte.

Até então, quando os contribuintes incluíam uma nota fiscal com despesas médicas em sua declaração, com fins de dedução no Imposto de Renda, eles caíam na malha fina e eram chamados posteriormente, pelo Fisco, para levar o documento para as unidades do órgão para comprovação do valor gasto.

Como a Conube pode ajudar?

Especializada em atender prestadores de serviços, a Contabilidade Online Conube permite que esses profissionais liberais ganhem em praticidade, podendo emitir as notas fiscais diretamente de seus smartphones, tablets e notebooks e ficando com cópias destas notas na plataforma do sistema.

Com as novas exigências da Receita Federal, a Conube pode ser uma parceira importante para facilitar o dia a dia dos clientes, sobretudo para a Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ). O custo desta Declaração já está incluso no valor da mensalidade da Conube.

Além disso, a possibilidade de inclusão destas atividades no regime do Simples Nacional pode representar mais uma facilidade a esses profissionais liberais, que irão pagar os impostos de forma unificada, diminuindo a burocracia e ganhando tempo.

* Para saber mais, acesse Conube

José Carlos R. Júnior é jornalista, redator e revisor de textos. Trazendo uma experiência de mais de 10 anos gerenciando editorias em diversas mídias online e impressas, é hoje o responsável pela gestão de conteúdos e de comunicação da Conube.

Comments 0
There are currently no comments.