Trabalhar como freelancer é uma forma extremamente gratificante de ganhar a vida. Esse formato de trabalho permite que você persiga as suas paixões livremente e, ainda assim, te deixa ser capaz de gastar mais tempo com coisas que importam, seja família, amigos ou curtindo a natureza. São alguns dos pontos positivos de se ter uma vida de freelancer. Uma das grandes vantagens de se trabalhar como freelancer é poder fazer seus horários e trabalhar de onde preferir, seja viajando, da sua casa ou até mesmo em lugares públicos.

Com a estrutura econômica mudando e tornando-se cada vez mais globalizada, é natural mais pessoas aderirem a forma de trabalhar autônoma, tendo uma vida de freelancer. Apesar de muitos pontos positivos nessa escolha, é preciso ficar atento a alguns pontos importantes quando se escolhe ter uma vida permanente como freelancer. Algumas coisas a se considerar são a obtenção de seguro de saúde de forma independente, aprender a fazer seus impostos e planejar sua aposentadoria. Vamos falar um pouco sobre cada uma delas.

Pagar seu próprio Imposto

A Receita Federal pode não ser muito amiga de trabalhadores freelancer, por isso é muito importante pesquisar e ter o controle sobre os impostos e não pagar coisas demais ou de menos. Como freelancer, existem muitas despesas que você pode manter fora da sua declaração.

Se tiver iniciando a carreira, o mais indicado é trabalhar com um contador especializado para maximizar seu retorno. Aqui na Conube, você pode tirar dúvidas de como fazer sua contabilidade de uma forma mais prática e fácil, de maneira totalmente online.

Planejar a aposentadoria

Optando em trabalhar nos seus horários e no local que preferir é necessário se programar para poupar a aposentadoria, pois essa responsabilidade recai sobre você. Se ainda é jovem e está apenas começando a sua carreira freelancing, o ideal é você separar uma porcentagem específica de sua renda mensal em uma conta poupança alocada para a aposentadoria. Isso te deixará mais confortável com a ideia de economizar para o futuro, que é geralmente uma ideia que, quando jovem, não se é uma prioridade. Essa é uma mentalidade que precisa ser criada.

Quando estiver financeiramente mais seguro e com um “pé de meia” bastante sólido, é interessante buscar um planejador. Mais indicado buscar um profissional que já trabalhe como freelancer e pode te educar e orientar sobre as várias contas de aposentadoria existentes.

Mantenha um olho no futuro

Embora profissionais freelancers caracterizarem um grupo que vive no presente, é muito importante manter um olhar preventivo para o futuro. Isso é essencial para quem deseja continuar desfrutando do estilo de vida livre que a vida de freelancer proporciona, e nos próximos anos a ter uma carreira longa e sustentável.

Dicas importantes para uma Vida de Freelancer

Para você que está iniciando a carreira de freelancer, vou pontuar 6 dicas para organizar uma carreira promissora que mediante a muita dedicação e esforços como todo trabalho, poderá render bons frutos.

como-e-a-vida-de-freelancer

1. Valorize seu trabalho

O fato de estar iniciando o seu trabalho próprio e sua empresa não quer dizer que o preço cobrado deve ser abaixo do mercado. Por mais que a ansiedade de fechar os primeiros contratos seja grande, é preciso ter sempre em mente o valor mínimo para cada tipo de serviço e, caso o cliente queria fechar por custo fora do mercado que não for viável, não aceitar. Calcule suas horas trabalhadas para chegar ao preço final.

É importante também valorizar a aparência seu portfólio, o trabalho apresentado e não se atrasar para reuniões gerenciando bem seu tempo. Estar bem vestido para reuniões, mesmo que seja por Skype, sendo sempre um profissional sério, passa uma credibilidade bem maior.

2. Não é possível agradar todo mundo

Não tente agradar a todos. Não assuma responsabilidade de fazer jobs sem nexo ou que ainda não tenha qualificação total para isso. Você precisa saber e aprender a dizer não muitas vezes. Isso porque pode se arrepender de pegar um trabalho que poderá te dar muita dor de cabeça ou até prejuízo. O boca-a-boca é fundamental para o freelancer. Não atendendo bem seu cliente não conseguirá indicações para trabalhos futuros. Por isso pegue apenas trabalho que realmente faça sentido no orçamento e esteja dentro da sua expertise.

3. Fique atento aos orçamentos

Protocole sempre os orçamentos por escrito, seja no e-mail, em um DOC ou PDF. Antes de enviá-los, avalie os valores com cuidado para não ter prejuízo durante o trabalho. E especifique bem qual será o serviço entregue e o valor que irá cobrar. É essencial botar a pressa de lado e analisar bem todo e qualquer orçamento.

Uma recomendação de segurança é cobrar uma parte do valor total do serviço antes de começar o trabalho. O cliente pode questionar o direito de ver o trabalho para pagar. Neste caso, mostre seu portfólio e garanta que o serviço será da mesma qualidade. Geralmente, é solicitado 30% do valor antes do início.

4. Tenha seus clientes sempre em mente

Mesmo depois de fechar o contrato dos primeiros clientes, você irá criar laços com eles. Dessa forma, após ter finalizado um job é sempre importante você manter contato com sua clientela. Seja mandando e-mails, ligando para saber como andam as coisas e se colocando à disposição. Se achar que faz sentido pode até visitar alguns clientes e ver o retorno que ele teve com o seu trabalho e mostrar as novidades da sua área para ele.

Além de passar credibilidade com essa ação, vai se manter lembrado na cabeça do cliente. Com isso, aumenta muito a possibilidade dele te indicar ou contratar outro serviço.

5. Aprenda com seus erros

Sabemos que em algum momento você poderá cometer erros, afinal ninguém é perfeito, não é mesmo? Estourar o prazo, cometer gafes em reuniões e perder algum cliente são problemas que podem acontecer com qualquer um. O essencial é você aprender com esses erros e não os comete-los novamente. Cometer erros não é um problema, mas sim repeti-los. Em qualquer trabalho nosso aprendizado tem que ser constante.

6. Saiba trabalhar em time

Muitas vezes trabalhando e tendo uma vida de freelancer, você vai precisar fazer parcerias. Será importante montar um time com outros profissionais para atender 100% da necessidade de um cliente. Por exemplo: um cliente contrata o layout de um site que você sabe fazer e pode entregar. Mas também precisa de um redator para a construção de conteúdo do mesmo site. Além disso, também quer um programador para colocar a página no ar.

Fazendo parceria com outros profissionais você aumenta sua rede de cliente e consegue atender totalmente a demanda de clientes específicos. Para isso é ideal ter um bom trabalho em equipe, definindo prazos, pagamentos e a função de cada um.

Você é um designer profissional e quer aumentar suas possibilidades de clientes na sua vida de freelancer? Então você pode participar de uma plataforma como a WeLancer. Lá poderá atender clientes de todo o Brasil e fazer uma renda extra trabalhando quando e onde preferir.


* Este post foi escrito pela Marian Nassif, da WeLancer. A WeLancer.com, maior comunidade de profissionais criativos do país, surgiu em setembro de 2010 com a missão de conectar profissionais interessados em apresentar seus trabalhos a clientes de todo o Brasil que buscam pessoas capacitadas a criar logos, website, papelaria, cartão de visita, tudo relativo a identidade visual. A WeLancer conta com 100 mil designers cadastrados, mais de 40 mil clientes atendidos e mais de 12 milhões pagos aos profissionais cadastrados.


Quanto custa abrir uma empresa?