A cada dia aumenta o número de empresas de tecnologia no mercado. Vários motivos explicam esse crescimento. A tendência de um mundo cada vez mais informatizado e online e a consequente necessidade constante de soluções tecnológicas para cada detalhe começam a desenhar o cenário. Dentro desse contexto, aparecem os fãs e estudiosos do setor que querem abrir suas empresas e seguir carreira na área. Aí surge a pergunta: Quais são as possibilidades de atividades para abrir uma empresa de tecnologia?

Para esse grupo, consumidor declarado de novas tendências tecnológicas, sedento por novidades deste setor e também, muitas vezes, cheio de ideias para serem colocadas em prática, a notícia é boa! O mercado está crescendo muito e o leque é bem variado. São muitas opções de atividades à disposição e diversas possibilidades de atuação em cada uma delas.

Mas no momento em que se está amadurecendo a ideia de abrir uma empresa de tecnologia, é muito importante ficar atento também a todas as questões que envolvem os aspectos jurídicos e tributários, os detalhes das atividades que podem ser desenvolvidas, suas respectivas descrições, o CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas), os anexos nos quais elas se enquadram no regime do Simples Nacional e suas faixas de tributação. Confira:

Desenvolvimento e licenciamento de programas

  • CNAE: 6202-3/00 (Customizáveis) | 6203-1/00 (Não customizáveis)
  • Anexo V do Simples Nacional
  • Alíquota de Impostos: 15,50% a 30,50%

Todas as atividades do Anexo V estão sujeitas ao Fator R. É o número que vai determinar se o valor do pró-labore e da folha de pagamento somados é igual ou maior do que 28%. Se for, a atividade poderá ser enquadrada no Anexo III e pagar uma alíquota de impostos bem mais baixa. Portanto, é uma atividade com a qual deve-se ter cautela no caso de não ter empregados ou de o Fator R ser abaixo de 28%.

Treinamento em Informática

  • CNAE: 8599-6/04
  • Anexo III do Simples Nacional
  • Alíquota de Impostos: 6% a 33%

Portais e Provedores de Conteúdo

  • CNAE: 6319-4/00
  • Anexo III do Simples Nacional
  • Alíquota de Impostos: 6% a 33%

Tratamento de Dados

  • CNAE: 6311-9/00
  • Anexo III ou V do Simples Nacional (Sujeito ao Fator R)
  • Alíquota de Impostos:
    • 6% a 33% (Anexo III)
    • 15,50% a 30,50% (Anexo V)

O Anexo III do Novo Simples Nacional tem uma grande variação da alíquota. Ela vai depender da faixa de faturamento da empresa. Mas as empresas que somarem uma receita bruta de até R$ 180 mil nos últimos 12 meses ficam na primeira faixa e terão apenas 6% de carga tributária.

Suporte Técnico

  • CNAE: 6209-1/00
  • Anexo III ou V do Simples Nacional (Sujeito ao Fator R)
  • Alíquota de Impostos:
    • 6% a 33% (Anexo III)
    • 15,50% a 30,50% (Anexo V)

Estas duas atividades (Tratamento de Dados e Suporte Técnico) são consideradas “bolas divididas”, já que podem ser enquadradas tanto no Anexo III quanto no Anexo VI do Simples Nacional. A legislação diz que atividades intelectuais devem ser enquadradas no Anexo V, assim, pagando mais uma porcentagem maior de impostos, a partir de 15,50%. Porém, elas estariam sujeitas novamente ao Fator R, o que pode fazer com que o enquadramento fique no Anexo III, pagando impostos a partir de 6%.

Atividades como manutenção de software ou outras que, em tese, exigem mais do intelecto, vão entrar no Anexo V. Mas se você irá desenvolver uma atividade de reparação de equipamentos, troca de HD, recuperação de dados, o fisco entende que são atividades mais manuais, portanto, entrando no Anexo III logo de cara e pagando a partir de 6% de impostos. A grande dificuldade aqui é que o mesmo CNAE vai gerar duas tributações possíveis, assim sendo, o que vai diferenciar é a emissão da nota fiscal.

Como Abrir Empresa de Tecnologia

Web Design

  • CNAE: 6201-5/02
  • Anexo V do Simples Nacional (Sujeito ao Fator R)
  • Alíquota de Impostos: 15,50% a 30,50%

Consultoria em Informática

  • CNAE: 6204-0/00
  • Anexo V do Simples Nacional (Sujeito ao Fator R)
  • Alíquota de Impostos: 15,50% a 30,50%

Regimes e tributações

Como vimos nas descrições das atividades possíveis para abrir uma empresa de tecnologia, elas podem estar enquadradas em vários anexos do regime Simples Nacional, dependendo do tipo de negócio. No momento da definição do segmento e no ato da abertura da empresa em si, é de suma importância que se tenha o acompanhamento de um contador para lhe dar a direção correta quanto ao melhor direcionamento a ser adotado.

Uma consultoria desse nível, certamente vai fazer com que a empresa comece com todos os detalhes regularizados e pode até fazer com que o empreendedor economize muito em impostos com o correto enquadramento no regime tributário e em seu respectivo anexo, no caso do Simples Nacional.

O Simples é o modelo preferido pela maioria dos empresários por unificar o pagamento de vários impostos em uma única guia e possuir uma alíquota competitiva, mas é sempre importante avaliar também a opção do Lucro Presumido, que é uma opção mais complexa em termos burocráticos, porém pode ser uma alternativa para o caso de porcentagens de impostos mais altas, dependendo da atividade a ser escolhida.

Outro ponto importante que um especialista em contabilidade pode auxiliar é no caso da escolha da atividade principal. Neste cenário, um olhar profissional pode identificar qual a melhor opção a ser escolhida de acordo com o tipo de serviço que a empresa irá oferecer. Só dentro do Simples, as alíquotas podem variar de 6% a 22,45%. Vários aspectos vão pesar nesta diferença, então esse acompanhamento é fundamental.

Algumas ideias para abrir uma empresa de tecnologia

Você quer abrir uma empresa de tecnologia? É um entusiasta do assunto? O que acha de abrir uma empresa nesse setor? A área de tecnologia é a que mais cresce no mundo – e também a que mais está em constante mutação. Na realidade, a tecnologia é uma parte vital da nossa sociedade, graças à eficiência e conveniência que ela garante à maior parte da população.

Atualmente, tanto os computadores quanto as plataformas virtuais são utilizadas não apenas para nos ajudar no cotidiano, mas também para trazer facilidade e praticidade às necessidades mais básicas do ser humano. Com essa expansão, surgem também as oportunidades.

Web Design

Com base no número crescente de empresas que estão investindo no mercado online, o design voltado para a web se mostra cada vez mais um negócio com alta lucratividade. Os sites servem como uma vitrine online e todas as empresas precisam ter uma presença digital.

Embrenhar-se no mundo do desenvolvimento de sites institucionais com certeza é um dos caminhos aconselháveis rumo ao sucesso. E uma dica, a criação de sites para smartphones é um ramo que não para de crescer. Leia ainda os hábitos para evoluir: 4 dicas para desenvolvedores para se aprofundar mais no assunto.

Pagamento online

O nicho do pagamento online é um negócio ainda muito pouco explorado. E com a popularização dos smartphones e dos tablets, se torna um dos mais promissores. Sem uma tecnologia dominante no ramo, aqueles que apresentam soluções funcionais sobre o tema logo ganham espaço. Para iniciar um empreendimento na área deve-se investir no desenvolvimento do sistema e ainda na estrutura de apoio.

Afinal, é preciso contar com servidores, data centers e bons terminais. O serviço de programação é algo que pode ser terceirizado, mas tanto a equipe de operação quanto a de manutenção tem que ser própria. Para saber qual o modelo de contratação mais vantajoso, leia sobre as vantagens e desvantagens de ser PJ ou freelancer.

Consultoria em Informática

Claro que o crescimento da área de tecnologia e do mundo cada vez mais online reflete em oportunidades em todas os setores do segmento. Entre as opções de ideias para abrir uma empresa de tecnologia, uma que está muito em alta é a Consultoria em Informática. É uma atividade muito ampla, que pode envolver uma série de serviços, como aqueles mais voltados a hardwares e redes para pequenas empresas, indo até programação, websites, entre outros.

Há também muitas oportunidades envolvendo esta atividade no mercado de ERP (sigla em inglês para Enterprise Resource Planning). É um sistema de informação que integra todos os dados e processos de uma organização em um único sistema. Hoje em dia, o ERP é essencial em negócios eletrônicos, uma arquitetura de transações que liga todas as funções de uma empresa, como processamento de pedido de vendas, controle e gerenciamento de estoque, planejamento de produção e distribuição e finanças.

O que achou das ideias? Acredite: abrir uma empresa de tecnologia pode ser mais fácil do que você imagina. O que acha de tentar? Caso nenhuma dessas ideias tenha sido interessante para você, acesse o Gerador de Ideia de Negócios e comece seu brainstorm! Conheça também quais são as 7 características de um empreendedor de sucesso.

Consultoria Online

Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário abaixo!