Conube

Conube


dezembro 2016
D S T Q Q S S
« nov.    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias


Como saber se sua ideia pode virar uma empresa

José Carlos R. JúniorJosé Carlos R. Júnior

Nem toda ideia, por mais que tenhamos carinho por ela, é boa o suficiente para tornar-se um empreendimento. Ainda mais um negócio bem-sucedido. É por isso que o gestor deverá avaliar bem se ela é rentável e se valeria a pena ou não colocá-la em prática. Mas como saber se a sua ideia pode virar uma empresa? O que é necessário para torná-la válida? Resolva estas e outras questões no post de hoje!

Sua ideia pode virar uma empresa?

Documente os pressupostos fundamentais de seu negócio

Quando se está considerando uma primeira ideia de negócio, ignore — por enquanto — o plano de negócios formal e faça simplesmente uma página de avaliação contendo os seguintes itens:

Por que você está fazendo isso?

Todas as novas empresas necessitam de um senso de propósito. Portanto, descubra qual é a sua missão. Você está tentando melhorar a vida das pessoas de alguma forma? Perceba os diferenciais centrais que fazem com que seu negócio seja único. Entender os motivos que estão te levando a se tornar um empresário é um dos pontos principais para dar o primeiro passo no processo de abertura da empresa.

Que problema você está resolvendo?

Se você não estiver resolvendo algum problema para seus potenciais clientes, será difícil levar as pessoas a comprarem seu produto ou serviço.

Quem é você para resolver este problema?

Tão notável quanto ter um problema para resolver, é ter clientes que têm esse problema. Saber quem seu cliente ideal é e como pode encontrá-lo são coisas fundamentais para iniciar um negócio bem-sucedido.

Como seus potenciais clientes estão resolvendo este problema hoje em dia?

Esse é o ponto em que você poderá fazer uma análise da sua concorrência. Veja quais são as opções que seus clientes têm hoje e qual é a melhor solução atual.

Você acha que pode ganhar dinheiro com isso?

Negocios de sucessoNão é preciso se ​​preocupar profundamente nesta etapa inicial sobre as previsões financeiras, mas é necessário improvisar alguns cálculos básicos para se certificar de que sua ideia é realmente rentável. Esse é um exercício que não deverá tomar mais do que 30 minutos do seu tempo. Porém, será eficaz para se encaixar no mundo real e enxergar se suas concepções são razoavelmente precisas.

Converse com os seus potenciais clientes

Pode ser espantoso, mas vários empreendedores se lançam no mercado sem ter pesquisas em mãos ou falar com seu futuro público-alvo. Não falar com seus clientes potenciais aumenta substancialmente suas chances de fracasso. Quando você entrevista seus clientes em potencial, tem a chance de validar suas suposições sobre o negócio. Fale com o maior número de pessoas, a fim de reunir bom número de pontos de vista. Você poderá rever e atualizar, inclusive, alguns aspectos de sua ideia a partir desses resultados.

Descubra quanto as pessoas estão dispostas a pagar

Se houver concorrentes com produtos ou serviços semelhantes oferecidos no mercado, fica mais fácil ter uma noção de valores. Mas, com base no que você desejar oferecer aos seus clientes e como vai diferenciar sua empresa, você chegará a um preço adequado para seu produto ou serviço. É uma boa ter este esclarecimento, visto que você já saberia de antemão se seu preço é razoável e se as pessoas se interessariam pelo seu negócio.

Veja quem discorda de sua ideia

Pode ser muito interessante ouvir o que as pessoas que não gostam de sua ideia de empresa têm a dizer sobre ela. Quando você tem um levantamento dos pontos fracos que as pessoas apontam sobre o seu negócio, surge a oportunidade de aproveitar as críticas construtivas e lapidar sua ideia, melhorando esses aspectos negativos.

Uma coisa que deve ficar clara é que não basta saber se a ideia de negócio é boa e atraente. É preciso saber vender esta ideia ao mercado de forma prática, a fim de conquistar investidores e clientes, além de enfrentar os desafios de saber os aportes financeiros precisos para levantar o negócio e enquadrar bem a contabilidade da empresa.

Você acha que teve uma ótima ideia para abrir um negócio? Deixe seu comentário sobre o assunto! Aproveite para conferir nossas dicas de como abrir sua empresa com pouco dinheiro!

José Carlos R. Júnior é jornalista, redator e revisor de textos. Trazendo uma experiência de mais de 10 anos gerenciando editorias em diversas mídias online e impressas, é hoje o responsável pela gestão de conteúdos e de comunicação da Conube.

Comments 0
There are currently no comments.