Conube

Conube


junho 2017
D S T Q Q S S
« maio    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Categorias


Como ser um bom líder e influenciar sua equipe

José Carlos R. JúniorJosé Carlos R. Júnior

O assunto liderança nas empresas é algo que está sempre em discussão, especialmente quando se fala em empreendedorismo. Citada sempre como uma importante característica para qualquer empreendedor, muitos se questionam sobre como ser um bom líder, se possuem tal capacidade para começar o próprio negócio e prosperar.

Essa dúvida aumenta conforme a empresa cresce e o empresário não só começa a lidar com mais desafios, mas também no momento em que se torna necessário aumentar a equipe. É aí que os conceitos de empreendedorismo e liderança nas empresas começam a se misturar.

Como ser um bom líder

Ao contrário do que se pensava antigamente sobre como ser um bom líder, não é apenas uma questão de nascença. Algumas pessoas, de fato, têm características de liderança mais acentuadas, mas liderar requer um aprendizado e aperfeiçoamento constantes. O ideal é que um líder sempre esteja disposto a se desenvolver e, assim, consiga fazer com que as pessoas e a empresa cresçam.

Veja o que você precisa saber sobre como ser um bom líder e como usar essas dicas para ser um empreendedor cada vez melhor:

Tenha um conhecimento amplo

Aprender sobre como ser um bom líder passa sempre por ter um conhecimento cada vez mais amplo sobre a empresa e seus colaboradores. Ser especializado em alguma área pode ser importante, mas em uma posição de liderança, na qual é preciso interagir com setores e pessoas diferentes, uma visão mais ampla é muito mais interessante do que estar limitado a um setor específico.

Procure conhecer ao menos o essencial de cada parte da empresa e dos processos. Busque saber o porquê de tudo acontecer da forma que acontece. Assim, é possível não apenas melhorar processos, mas também ter uma visão ampla na qual você saberá quais são as interações entre áreas, processos e pessoas e quais as consequências de qualquer mudança.

Com esse conhecimento e com a busca por mais informações, você terá melhores condições de delegar tarefas, alterar processos e será visto por seus pares e colaboradores como uma referência de informação.

Saiba ouvir e esteja aberto a sugestões

Empreendedorismo e liderança

Ao contrário do antigo estereótipo do chefe intransigente que apenas manda e não escuta ninguém, um bom líder está sempre disposto a ouvir todo mundo que pode contribuir para melhorar as coisas na empresa, independente de idade, cargo ou posição social. O líder deve ser um bom ouvinte e absorver qualquer opinião ou atitude que possa contribuir com o negócio.

Ser do tipo arrogante e centralizador, que acha que não precisa aprender mais nada nem escutar outras opiniões, é algo que não cabe mais em nenhum empreendimento que deseja dar certo. Uma boa liderança nas empresas não comporta quem pensa dessa forma.

Por isso, lembre-se de estar com olhos, ouvidos e coração sempre abertos. Seja atencioso com as pessoas e sempre mantenha um canal aberto de discussão com os outros. Um líder que é um bom ouvinte sempre será bem-visto e procurado por todos. Saber ouvir também colabora muito para que mais conhecimento seja absorvido e, posteriormente, usado a favor do negócio.

Ensine pela iniciativa e pelo exemplo

Mais uma dica a respeito de como ser um bom líder: o bom líder é aquele que consegue contagiar colaboradores e pares para que busquem, assim como ele, os principais objetivos de uma empresa. E não basta ter boas ideias e um discurso motivacional: é necessário ser um exemplo de atitudes positivas que demonstrem o real interesse do líder em alcançar as metas.

Uma posição de liderança exige iniciativa para a resolução de problemas, a demonstração de interesse em cumprir prazos, realizar mudanças e atingir objetivos e, especialmente, mostrar caminhos em direção ao sucesso. Os exemplos legitimam o discurso de um líder e motivam as pessoas ao seu redor a também agirem da mesma forma. Boas práticas podem influenciar muito mais do que palavras e de um jeito mais rápido e contagiante, portanto, use isso a seu favor.

É importante que o exemplo seja dado da forma mais natural possível. Não faça algo apenas porque as pessoas estão vendo, mas sim porque você acredita que é o melhor a se fazer.

Seja amigável

O que empreendedores precisam saber sobre liderança

É fundamental para quem está em uma posição de liderança nas empresas ser amigável com as pessoas. Isso não significa extrapolar as relações profissionais ou ser íntimo dos colaboradores. Significa não estar na defensiva e nem apenas distribuir ordens, sem tato ou educação.

Pequenas ações como não agir de maneira agressiva, ser compreensivo, se comunicar bem com as pessoas e buscar um ambiente de trabalho mais solidário, contribuem muito para que o líder seja visto como alguém acessível e educado, com o qual se pode conversar.

Além disso, as pessoas verão em você alguém confiável, alguém que poderá ajudá-las a resolver problemas e com a qual sempre poderão contar dentro da empresa. Sua presença trará a sensação de segurança para a equipe, pois você será referência de confiança.

Agir dessa forma também é um bom exemplo e pode ajudar muito a fazer com que todos sejam mais sociáveis, o que colabora para deixar o clima na empresa mais leve. Isso só contribui para deixar as pessoas motivadas e felizes.

Acesse a Websérie Competências Essenciais da Liderança  →

Não se esqueça dos números

Quando se fala em como ser um bom líder, além de uma visão humana, nunca pode se esquecer de atingir os resultados. Logo, é preciso estar sempre atento aos índices, progressos e metas dentro da empresa. Os números não são e nem devem ser tudo dentro de qualquer negócio. Mas ter atenção em relação a eles ajuda nas tomadas de decisão e na correta leitura da situação da empresa.

A liderança nas empresas requer o alcance de resultados. Os números não devem ser alcançados a todo custo. O segredo é liderar bem para que, com respeito à ética, bem-estar organizacional e legislação, bons resultados sejam atingidos e a empresa cresça cada vez mais. Prosperar respeitando as regras é muito mais sustentável, motivador e traz muito mais credibilidade para líderes, colaboradores e empresa.

Acompanhe os números do negócio, faça uma leitura correta dos dados e busque sempre as causas dessas informações. Além disso, use-as para fazer projeções e se antecipar a problemas. Os números devem ser usados como informações, e não como objetivos. E nunca perca a humanidade e passe por cima das pessoas para atingir números.

 Dicas sobre empreendedorismo e liderança

* Por Roberto Justus

Roberto Justus dá dicas sobre liderança

Roberto Justus é um homem de sucesso. Além de dono de um dos maiores grupos de publicidade e comunicação do Brasil, ele também é apresentador de televisão. O empresário costuma dividir sua experiência em entrevistas, palestras e também já escreveu um livro sobre liderança. E é em Justus que buscamos as 6 dicas sobre empreendedorismo e liderança que você verá a seguir:

1. Seja um construtor

Em seu livro “Empreendedor: Como se tornar um líder de sucesso”, Justus discorre sobre como ser um bom líder, o que é empreender e dá um conselho: seja um construtor. Empreender é um sistema como numa construção: por mais que haja modelos a serem seguidos, tudo o que a gente constrói deve ter um espaço para a vocação.

2. Visualize a longo prazo

Justos acredita que líder é aquele que tem a visão abrangente de longo prazo e consegue, a partir de sua inteligência emocional, habilidade de saber lidar com as próprias emoções e as de sua equipe. Em seu livro, o empresário defende que arrastar os liderados pelo caminho a ser seguido, usando do poder de persuasão e capacidade de influenciar as pessoas sem precisar apelar para o uso do poder é fundamental. “O autoritário é um inseguro que se mascara atrás do poder. O líder moderno atua em equipe, conhecedor que é da sinergia e criatividade do trabalho em equipe/time. Para isso procura desenvolver seus liderados, utilizando e valorizando treinamentos comportamentais como instrumento valiosíssimo do desenvolvimento pessoal, grupal e organizacional. Além disso, é claro, no dia a dia ele está muito voltado para o desenvolvimento e crescimento de seus liderados”.

3. Seja disciplinado com as finanças

Quando tinha apenas 14 anos, Justus decidiu que já era hora de andar por São Paulo sozinho. Como todo adolescente, se sentia incomodado de ir para a escola com o motorista. Ele queria se sentir mais adulto. Assim, passou a economizar dinheiro. Ele deixava de comer lanche na escola e cortou custos desnecessários para juntar dinheiro e comprar uma moto. Dito e feito. Em pouco tempo conseguiu comprar sua moto – não sem a ajuda de seu motorista, que comprou em seu nome. O empresário acredita que um dos segredos de sucesso dos empreendedores está no controle de custos.

4. Líder tem que ser objetivo

“Liderança é folow up. Liderança é acompanhamento. A primeira coisa que eu deixo claro para as pessoas que eu comando é o meu objetivo”. Com essa frase, Justus explicou a uma das participantes de “O Aprendiz” porque a estava eliminando. Para Justus, um bom líder orienta para que sua equipe não se perca no caminho.

5. Seja um bom negociador

Numa entrevista para João Doria Júnior, Justus disse: “Negociar é uma arte delicada e cheia de estratégias. Mas sempre surpreendente. Você nunca sabe quem vai encontrar pela frente, quais os pontos que são negociáveis, onde é melhor ceder ou não. É preciso saber o que trazer para a mesa de negociação e o que deixar de fora. A melhor negociação é aquela em que todos os envolvidos ficam felizes. Nunca se dê por vencido, a melhor negociação ainda está por vir”.

6. Assuma riscos

Durante a 12ª Convenção ABF do Franchising, na Ilha de Comandatuba (BA), Justus elencou as sete forças fundamentais para o sucesso pessoal e profissional. Entre elas estava a coragem. “A gente tem de acabar com as limitações que a gente cria. Para mudar, é preciso ter coragem para fazer as mudanças necessárias. O cavalo passa selado em alguma oportunidade. Você precisa ter a coragem de montá-lo”. Também numa entrevista para João Doria Júnior, o empresário disse: “Nunca vi resultados desassociados de uma certa dose de riscos”.

Qual o melhor tipo de empresa?




José Carlos R. Júnior é jornalista, redator e revisor de textos. Trazendo uma experiência de mais de 10 anos gerenciando editorias em diversas mídias online e impressas, é hoje o responsável pela gestão de conteúdos e de comunicação da Conube.

Comments 0
There are currently no comments.