Conube

Conube


abril 2017
D S T Q Q S S
« mar.    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Categorias


Como está o mercado de trabalho para engenheiros no Brasil?

José Carlos R. JúniorJosé Carlos R. Júnior

Escolher uma profissão não é uma decisão fácil. É preciso levar em conta vários aspectos, como a área de atuação, a duração do curso superior e a expectativa do mercado de trabalho. Este último fator talvez seja o mais considerado pela grande maioria dos profissionais. Afinal, todos querem encontrar um bom emprego após terminar a graduação, não é? Uma das profissões mais procuradas no mercado é a engenharia. É um campo muito amplo e dividido entre diversos ramos, nos quais o profissional possui inúmeras opções para atuar. Você já pensou em estudar engenharia? Quer conhecer um pouco mais sobre essa profissão e sobre como está o mercado de trabalho para engenheiros? Confira o nosso artigo de hoje!

Por qual motivo devo ingressar na área de engenharia?

Muitas pessoas que se identificam com as ciências exatas ainda possuem dúvidas sobre ingressar em engenharia. Os inúmeros campos de atuação e a grande quantidade de profissionais se formando fazem com que apareça a pergunta: “será que o mercado de trabalho para engenheiros ainda é uma boa escolha?”

A engenharia é um campo que sempre esteve em destaque no mercado de trabalho. Isso se deve à necessidade constante das empresas em resolver os problemas de forma eficiente, com o menor custo possível. Para se ter uma ideia, entre os anos de 2010 e 2013 o número de engenheiros contratados passou de 146,1 mil para 273,7 mil – uma alta de 87%.

Um outro fator que chama a atenção para quem deseja ingressar no mercado de trabalho para engenheiros é o diferencial dos engenheiros em relação a outros profissionais: eles possuem a capacidade de aplicar tecnologia na resolução de problemas. Essa característica permite às empresas reduzir o tempo gasto para encontrar as soluções. Além disso, torna o trabalho dos engenheiros valorizado no mercado de trabalho.

O mercado de trabalho para engenheiros apresenta boas oportunidades?

Mercado de trabalho para engenheiros

O Brasil passa por uma grave crise econômica. O mercado para o profissional formado em engenharia se mantém com boas alternativas, mas as expectativas estão reduzidas: esse é um campo que caminha junto com o Produto Interno Bruto (PIB) do país, com a retração de 3,8% do PIB brasileiro em 2015, as vagas para engenharia caíram, em especial para alguns campos, como a construção civil.

É importante ressaltar que determinados setores merecem destaque. São responsáveis por engendrar grandes ideias e possuem características essenciais para as empresas, especialmente diante da constante necessidade de inovação.

As perspectivas animadoras estão nos setores de bens de consumo, energia, agronegócio e telecomunicação. Esse cenário pode ser explicado pela necessidade de escape das empresas devido a crise: elas deixaram de investir em áreas comuns, como transporte e segurança, para criar oportunidades em novas áreas, atendendo a mercados que até então não eram explorados.

A edição do Guia Salarial destaca ainda que a área de energia é promissora devido a sustentabilidade estar em alta – as empresas focam em fontes renováveis, como a solar e eólica, criando um novo cenário de atuação para os engenheiros.

Através desses dados é possível perceber que ainda há um futuro promissor na engenharia! Porém, é preciso ter os pés no chão e buscar aperfeiçoamento constante. As empresas continuam ofertando vagas para engenheiros, mas anseiam por profissionais que tenham cada vez mais qualificação.

Daí a importância de uma boa formação. Mesmo sem experiência você poderá destacar-se dos demais. De acordo com Fernando Mantovani, diretor de operações da Robert Half, a tendência é que em 2016 as empresas sejam ainda mais exigentes no momento de contratar. Isso porque os profissionais com uma formação de mais qualidade reforçam o potencial da empresa, que otimiza os processos e reduz os custos.

Empreendedorismo: a solução para o desemprego

Com a economia em baixa, a dificuldade em conseguir um emprego adequado nesse campo pode surgir. O que fazer nesse momento?

Nesse cenário, o empreendedorismo pode ser uma boa solução. A necessidade de se submeter a diversos procedimentos e processos seletivos para ingressar em uma empresa, além da pressão gerada pelo ambiente de trabalho, têm levado muitos engenheiros a optar pela abertura do negócio próprio.

O curso de engenharia permite que o profissional tenha conhecimentos múltiplos, facilitando o ingresso nesse ramo. Assim, ele aproveita os diversos recursos que estão ao seu alcance e pode atuar como autônomo em praticamente todas as áreas do mercado de trabalho.

Um engenheiro mecânico que queira trabalhar no setor automotivo possui conhecimentos suficientes para isso e só precisa abrir a própria oficina para começar a exercer a profissão. Assim, o engenheiro que desejar ser empreendedor só dependerá de sua própria capacidade e qualificação para fazer o negócio prosperar.

Mercado para engenheiros no Brasil

É possível ainda direcionar a carreira para outros campos diferentes da engenharia, como o marketing. O olhar analítico do engenheiro permite que se compreenda a performance dos negócios, através de análises e dados numéricos.

Setores em que o engenheiro é privilegiado

Além disso, os setores financeiro e de gestão de pessoas são campos onde o engenheiro é privilegiado. Isso acontece porque mesmo que não tenha uma formação direcionada para essas áreas, as habilidades matemáticas em conjunto com a visão estratégica a longo prazo fazem com que o profissional se saia bem nas mesmas.

Por isso, não tenha medo de empreender! Esse é um campo promissor para os engenheiros. Eles irão utilizar todo o conhecimento e a experiência adquiridos para buscar o sucesso de projetos diversos. Além disso, os engenheiros podem sempre contar com a tecnologia, sua grande aliada, fazendo com que tanto o profissional como o empreendimento se destaquem no mercado.

Viu só? É possível encontrar diversas oportunidades no mercado de trabalho para engenheiros! Por isso, não desanime! As empresas estão sempre em busca de profissionais qualificados, que possam solucionar os problemas e melhorar a produtividade. Além disso, ainda é possível optar pelo empreendedorismo. É uma alternativa para quem deseja utilizar conhecimentos adquiridos para abrir o próprio negócio e continuar atuando na área!

Você se interessou pelo assunto? Quer saber um pouco mais sobre empreendedorismo?




José Carlos R. Júnior é jornalista, redator e revisor de textos. Trazendo uma experiência de mais de 10 anos gerenciando editorias em diversas mídias online e impressas, é hoje o responsável pela gestão de conteúdos e de comunicação da Conube.

Comments 0
There are currently no comments.