Para ter sucesso, nem sempre a abordagem tradicional é a melhor. Encontrar uma nova maneira sobre como ser bem-sucedido é também ver as coisas de uma forma que pode abrir caminhos inovadores. E é exatamente isso que o livro Rework, de Jason Fried e David Heinemeier Hansson, leva ao leitor.

Fugindo dos conselhos clássicos de negócios, a obra mostra como você precisa de menos do que imagina para estar entre os grandes. Nem mesmo planos ou investidores, ainda mais perder tempo com reuniões. Tudo isso é apenas uma desculpa para não agir, segundo os autores.

Ignore as ideias convencionais

Não é porque todos desconfiam da sua ideia de negócio que ela não dará certo. Começar algo totalmente novo gera muitas dúvidas, mas é só assim que a inovação acontece. A verdade é que pouca gente está pronta para ver as coisas mudarem.

Os autores ainda acreditam que não existe isso de aprender com os seus erros e os dos outros. De acordo com uma pesquisa da Harvard com empreendedores, cada um deles cometeu as mesmas falhas tanto na primeira quanto na segunda tentativa de empreender.

O importante é não ter medo e ir fundo. Planejando ou adivinhando, as próximas ações costumam resultar na mesma coisa.

Não seja um workaholic

O livro Rework ensina que você deve começar pequeno para precisar de menos investimento e arriscar pouco. Nunca invista demais, nem do seu tempo nem dos seus recursos.

Já imaginou se endividar e gastar semanas em uma ideia que pode dar errado? Lembre-se disso: workaholics nunca são heróis. Esperto é quem encontra formas mais fáceis e rápidas de realizar as coisas e conseguem passar tempo com a família no fim do dia. Inclusive, esse pensamento é muito parecido com os ensinamentos do Trabalhe 4 Horas por Semana, do Tim Ferriss!

Buscar investimento externo também não é uma boa ideia, já que você pode ver seu negócio diluído e perder um pouco o poder sobre ele. Coloque a mão na massa e dê poucos, mas concisos passos.

Comece com um computador e uma ideia

Muitas empresas começam com esse modelo simples. A própria empresa de Jason, a Basecamp (que criou o Ruby on Rails), iniciou as operações assim: só um computador. Não existia nem mesmo um sistema de cobranças, que precisou ser inventado em poucos dias.

Mas para que isso dê certo, existe outro ingrediente muito importante: a dedicação. Só comece a fazer aquilo que realmente gostar e acreditar, pois a empresa vai exigir bastante de você. Tenha comprometimento e paixão e você irá atrair clientes e seguidores: essa é a lição do livro Rework.

Cresça, mas com calma

Como ser bem-sucedido nos negócios
By Freepik

Quando você começa um negócio, sofre pressão para crescer de todos os lados. Mas os autores de Rework acreditam que toda empresa tem um tamanho ideal, que pode ser de 3 ou 100 funcionários. Você não precisa de mais do que aquele número perfeito para sua operação.

Por isso, procure crescer com calma e devagar. Assim, você vai sentindo quais são as necessidades e não deixa a peteca cair – levando junto a qualidade das entregas para o cliente.

Imagine o que pode passar na cabeça das pessoas caso você cresça demais e precise reduzir depois. Com certeza, a moral e confiança ficará mais baixa e recuperar isso depois pode dar trabalho.

Inclusive, pense nesse tamanho ideal toda vez que pensar em contratar alguém. Isso só pode acontecer se for extremamente necessário. Nunca contrate pessoas para resolver problemas pontuais.

Além disso, manter a equipe enxuta força você e o time a criar processos inteligentes, que economizam tempo e aumentam a eficiência. Mesmo que as pessoas sejam competentes, pode resultar na criação de trabalhos artificiais e desnecessários para mantê-las ocupadas.

Reflita: você gostaria de usar o seu produto?

Quando for criar um produto, pondere se você o utilizaria. É assim que medimos o quanto você acredita naquilo – e para ter sucesso, é preciso acreditar muito. Além disso, precisa ser algo impossível de copiar, que só você é capaz de fazer.

Os autores de Rework citam o exemplo da Zappos. Outras milhares de empresas também vendem sapatos. Mas o jeito Zappos de fazer isso é sendo centrada no cliente. Esse modelo só eles sabem executar, o que a coloca como uma das mais bem sucedidas.

A melhor forma de descobrir seu jeito único de fazer as coisas é resolvendo um problema que você mesmo tem. Assim, tem conhecimento suficiente para saber se a qualidade e a velocidade estão satisfatórias.

Outra parte boa de ter um produto único e especial é que você pode compartilhar seus conhecimentos à vontade. Isso coloca a sua empresa como referência no assunto e aumenta a confiança dos clientes.

Comece pensando nos lucros

Muitas empresas, principalmente startups, começam o negócio sem pensar nas fontes de receita. Segundo o livro Rework, isso é um erro. Ter dinheiro rodando é essencial para seu negócio continuar rodando e ter sucesso mais tarde.

Pense que muitas startups nascem com o objetivo de crescer rápido e vender. Se esse não é seu objetivo, trace planos de lucro desde o começo. Mesmo que o faturamento não seja incrível desde o início, se você tiver fontes de receita definidas, basta trabalhar nelas e aos poucos conquistar o sucesso.

Se o produto é seu e o negócio é bom, por que vendê-lo?

Pare de pensar e decida

Na hora de tomar decisões, e você vai precisar fazer muito isso como empreendedor, procure não pensar demais. É menos um “vamos pensar sobre isso” e mais “vamos fazer”. A verdade é que a solução perfeita não existe e decisões adiadas só pioram as coisas.

Segundo o livro Rework, o segredo do sucesso é realizar pequenos progressos. Encare seu papel como o de um curador, que tem que escolher o que entra e o que fica de fora. Foque no essencial e nunca tenha medo de cortar.

Seja autêntico no seu marketing

Esqueça tudo o que é moda. Tanto no espaço físico quanto na forma de fazer as coisas. E o marketing também entra nessa. Não adianta ter uma página no Facebook cheia de memes só porque todos estão fazendo – seu marketing deve ter a cara da sua empresa.

O seu estilo, inclusive, é algo definitivo, que não muda, e é nisso que você precisa focar. Em atrair clientes e lucro do seu jeito, utilizando ferramentas e modelos que são seus. Comunique-se de maneira franca, direta e evite os jargões que o mercado utiliza.

Em Rework, os autores explicam que a publicidade tradicional é uma maneira muito cara de se conectar com os clientes. Procure fazer isso construindo conteúdos relevantes para eles e compartilhando o seu conhecimento sobre o mercado de outras formas. O marketing de conteúdo entra nessa.

Aprendendo com o livro Rework

Livro - Rework

Como você viu, os autores de Rework fugiram bem do lugar-comum dos livros de negócio. As ideias do livro giram em torno da ação e se preocupam menos com a avaliação de decisões e o planejamento muito detalhado.

Eles ainda completam que você precisa usar a inspiração sempre que ela vem, mas isso não acontece com tanta frequência. Por isso, não espere por ela.

Para ser bem sucedido no seu empreendimento, coloque toda a sua singularidade nele, fazendo seu negócio ser a sua cara. Assim, não tem como ninguém copiar. Além disso, procure construir um bom ambiente de trabalho, inspirando confiança das pessoas e transparecendo isso para os clientes.

* Esse artigo foi escrito pela equipe de conteúdo do 12Minutos, a plataforma que seleciona, lê e resume os mais importantes livros de não ficção, transformando-os em microbooks e audiobooks. Baixe agora o app na Play Store ou na App Store e bons aprendizados!


consultoria_abrir_empresa

E então, o que achou do post? Entendeu mais sobre como ser bem-sucedido nos negócios. Deixe seus comentários!