Conube

Conube


março 2017
D S T Q Q S S
« fev.    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Categorias


Veja algumas dicas de como conseguir investimento para startup

José Carlos R. JúniorJosé Carlos R. Júnior

Muitos empreendedores que buscam começar um novo negócio de tecnologia, as famosas startups, acabam sempre se deparando com o mesmo problema: faltam recursos financeiros para desenvolver seu produto e sua empresa. Conseguir investimento para startup é realmente um desafio. Isso acontece, pois, em muitos casos, a prioridade no início de muitas startups não é ganhar dinheiro com o negócio. O objetivo é conquistar uma base grande de clientes e desenvolver um produto incrível para essas pessoas.

Por este motivo que conseguir algum tipo de capital de terceiros é tão importante para a subsistência do negócio. Isso pelo menos até o início da entrada de receita. Sabemos que muitos empreendedores passam por situações como essa. Então separamos abaixo algumas orientações de como conseguir investimento para uma startup. Confira!

Como se preparar para buscar investimento para startup?

Investimento para Startups

Apresente sua ideia

Uma das formas mais comuns de se ter investimento para startup é através dos investidores anjo. São profissionais especializados no mundo dos negócios e que buscam oportunidades em pequenas empresas com alto potencial de crescimento. Se estamos falando de uma empresa inicial, estamos falando, essencialmente, de uma ideia. Por esse motivo, o primeiro passo da preparação é aprender a vender a ideia.

Isso significa convencer todos à sua volta, com base em dados e informações concretas, que sua ideia de negócio é promissora. Comece pela família e amigos e vá seguindo até as pessoas mais distantes, apenas conhecidas. A imparcialidade delas será proveitosa para seu empreendimento.

Tenha um plano de negócios

Falando em dados e informações concretas, se o negócio é ainda nascente, de onde retirar esses números? De um documento conhecido como plano de negócios. Aposto que agora você deve estar pensando em um material de centenas de páginas que apresente em detalhes todo o funcionamento da sua empresa.

Ok, você pode até investir em um material como esse no futuro, mas, para esse estágio de busca de investimento, o objetivo deste plano de negócios inicial é mostrar que sua empresa é viável e que existe demanda de mercado para ela. Isso inclui a sua lucratividade e um plano detalhado e realista do futuro da startup.

Se você estiver em um ponto em que já existe um protótipo sendo testado no mercado, com usuários ativos e, melhor ainda, dispostos a pagar, utilize também essas informações, para provar demanda e viabilidade.

Assista também ao vídeo sobre Dívidas Conversíveis

Como conseguir investimento para uma startup?

Investimento-anjo

O investimento-anjo, sem dúvida, é a maneira de conseguir investimento para abrir uma startup mais comentada no mercado. Além da preparação que falamos acima, para esses casos de investimento, é fundamental ter, ainda, outros cuidados ao longo do processo.

Investidores-anjo são profissionais que buscam aplicar seu capital em negócios que tenham o maior potencial lucrativo possível. Isso significa que eles vão buscar informações sobre você e sua empresa antes de fazer o aporte. Ou seja, a decisão não será tomada no primeiro contato, por isso, antes de mais nada, tenha calma.

Antes de investir, ele vai querer saber sobre você, seu histórico profissional, sua equipe de trabalho e, claro, o potencial do negócio. Mantenha ele sempre informado, no decorrer de todo esse processo, e trabalhe para mostrar que você e sua empresa valem a pena.

Ah, e claro, lembre-se de ter sempre um advogado por perto para resguardar seus interesses, ok?

Crowdfunding

Outro formato muito usado para conseguir investimento para abrir uma startup é o crowdfunding, ou financiamento colaborativo. Nesse modelo, através de sites especializados, como o Catarse e o Kickante, a empresa oferece ao consumidor a oportunidade de comprar o seu produto antes de ele ser efetivamente produzido.

Assim, o empreendedor consegue testar sua demanda de mercado, a viabilidade do negócio e, caso o projeto tenha resultado, já começa com capital para desenvolver a empresa de forma lucrativa e sustentável.

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe este conteúdo para que seus amigos também conheçam essas informações!

Webinar - Abrir uma empresa de tecnologia




José Carlos R. Júnior é jornalista, redator e revisor de textos. Trazendo uma experiência de mais de 10 anos gerenciando editorias em diversas mídias online e impressas, é hoje o responsável pela gestão de conteúdos e de comunicação da Conube.

Comments 0
There are currently no comments.