Quando se trata de diversidade e inclusão no ambiente de trabalho, é natural que muitos questionamentos surjam. Afinal, é uma discussão relativamente recente, mas que tem sido importantíssima para o mercado profissional. É somente através do diálogo e do questionamento que as estruturas podem ser modificadas positivamente. Isso fará com que todas as pessoas tenham acesso e sejam tratadas de maneira adequada nos ambientes que compõem, especialmente no local de trabalho.

Neste contexto, é preciso começar a visualizar as coisas de uma maneira diferente da que estamos acostumados. Investir em dinâmicas de trabalho desafiadoras e enriquecedoras trará resultados positivos e alavancará sua empresa diante do mercado. Continue lendo para saber como pôr isso em prática.

[Site] Conheça Conube_v1

O que é Diversidade e Inclusão?

Quando pensamos em diversidade, o que normalmente vem à nossa cabeça é um grupo de pessoas de diferentes espaços culturais unidas, complementando algo. Esse raciocínio não está errado, mas também não está completo. Hoje, com o avanço das discussões sobre este tema, entendemos que falar sobre diversidade e inclusão é falar sobre pluralidade. Etnia, faixa etária, orientação sexual, gênero, religião, deficiência e classe social são alguns dos termos mais essenciais para a discussão, principalmente no ambiente de trabalho.

A inclusão é como uma consequência ao reconhecimento da diversidade, já que sabendo quem são essas pessoas, podemos tratá-las da maneira correta, através do respeito, reconhecimento, igualdade e valorização.

Por que aplicar Diversidade e Inclusão no trabalho é positivo?

diversidade e inclusão

Investimento. Essa é a palavra que define a aplicação de políticas de diversidade e inclusão em ambientes de trabalho, já que quando se trata de retorno positivo, esse tema tem sido um dos mais relevantes para as empresas, seus funcionários e seus consumidores, sejam eles de qualquer área.

A promoção de ações inclusivas por si só já agrega muito qualquer ambiente, já que a pluralidade de personalidades instiga a criação, a discussão e o aprendizado de novos pontos de vista. A soma desses fatores tem um resultado muito importante e almejado por qualquer companhia: desenvolvimento. Quer saber os principais pontos positivos gerados pela aplicação de diversidade nas empresas? Acompanha só:

Criatividade e inovação

Uma das habilidades mais procuradas em qualquer profissional é a criatividade, certo? Mas é preciso analisar: em um ambiente conservador, existe espaço para se desafiar e se inspirar? Diversidade e inclusão é também sobre pluralidade de ideias. Com pessoas diferentes, carregando percepções diferentes das usuais, inevitavelmente ideias inovadoras serão criadas e a potência da sua empresa será aplicada na prática.

Diminuição de atritos

Em um ambiente onde o respeito às diferenças impera, lidar com adversidades é mais fácil. A explicação para isso se dá pelo fato de que, tendo no dia a dia o desafio de estar sempre se propondo a compreender mais sobre os outros, você passa a desenvolver uma capacidade maior de aceitar e compreender situações e ideias sem uma visão negativa.

Para o trabalho em equipe, isso é essencial. Ou seja, em uma empresa com uma cultura organizacional voltada para a diversidade e inclusão, o maior combustível é a troca de ideias divergentes.

Imagem da empresa

Perante o público consumidor, adotar – e aplicar – uma postura mais inclusiva pode ser muito benéfico, pois a representatividade vem se tornando um fator decisivo no momento de compra de um produto ou serviço.

É uma lógica bem simples: se seu negócio é composto somente por um grupo específico de pessoas, ele possivelmente vai atingir somente o público que se identifica com quem projetou o produto. Isso restringe consideravelmente seu potencial de vendas. Agora, quando você tem um time composto por pessoas multifacetadas, por identificação, mais grupos chegarão até sua empresa. E, por se verem representadas (tanto no serviço quanto na composição dos funcionários), terão maior chance de escolher você ao invés de uma concorrente.

Identificação e fortalecimento

Quando falamos de identificação, não se trata somente do público consumidor, mas também dos maiores apoiadores de uma empresa: os funcionários.

Se a companhia adota uma postura de representatividade, muitas pessoas que antes pensavam ser invisíveis e não ter suas causas abraçadas, passam a se engajar mais e trazer resultados melhores para as próprias atividades. Isso sem contar que a propaganda positiva de um funcionário significa muito para o fortalecimento de uma empresa perante pessoas externas, sejam consumidoras ou não.

Alcance de resultados

Adicionando todos os pontos citados acima a uma conta simples, é bem fácil imaginar um saldo super positivo.
Todas as contribuições de ideias, identidades e experiências de vida são a receita para o sucesso de uma empresa. O alcance de resultados pode – e vai – se potencializar, já que o ambiente é estimulante e colaborativo. Isso faz com que as pessoas se sintam mais motivadas na hora de cumprir com objetivos e metas.

Como implantar políticas de Diversidade e Inclusão?

diversidade e inclusão

Identificar todos os pontos positivos de uma política de diversidade e inclusão aplicada no trabalho é fácil, mas o desafio de implantar é o grande ponto de toda questão. Não basta a empresa adotar o discurso da boca pra fora, é preciso viver aquilo de verdade e se dedicar, para se manter em constante evolução e contribuir para o crescimento social. Mas como fazer isso? Quais são os pontos indispensáveis na hora de se planejar esse tipo de ação?

Cultura organizacional

No ambiente corporativo, é comum (ou ao menos deveria ser) haver pesquisas de clima e construção de manuais de cultura que determinam a postura organizacional no grupo. No momento em que uma companhia se dispõe a fazer isso, é preciso considerar todas as pessoas que poderão chegar a compor parte do quadro de colaboradores. Construir uma estrutura de comportamento que englobe o respeito a diversidade e inclusão é prioridade.

Isso vai se aplicar desde o sentimento que os funcionários têm em relação a si mesmos como componentes da corporação, até a forma como o RH lida com processos de recrutamento, por exemplo.

Comunicação interna

Investir na construção de diálogos colaborativos com os trabalhadores da empresa é essencial e isso pode vir da criação de mostras culturais ou da divulgação de uma newsletter interna, fornecendo informações sobre a temática proposta e dando dicas de leitura, por exemplo. O importante é pensar em estratégias de comunicação interna que reforcem o combate ao preconceito.

Treinamentos sobre Diversidade e Inclusão

Para que se aprenda a forma correta de lidar com as diferenças das pessoas colaboradoras, investir em treinamentos é a aposta mais certeira. Através da experiência e conhecimento de pessoas especialistas no tema, os times se sentirão mais abraçados e dispostos a desenvolver seu próprio senso de empatia e acolhimento. Além de aprender coisas que eles carregarão não somente na vivência diária de trabalho, mas trarão para a vida pessoal e o tratamento com todas as outras pessoas.

Quanto mais empresas adotarem a prática da discussão, mais pessoas serão inseridas no mercado de trabalho e mais talentos serão descobertos e desenvolvidos. Dar valor e respeitar as diferenças é o que torna cada um de nós um pouco mais humanos e isso nunca será uma perda, muito pelo contrário.

Compreender as diferenças e agir para combater o preconceito é uma das ações mais importantes que as empresas podem desenvolver. A promoção de equidade é importante e vai transformar o mercado, basta continuar observando. 🙂

* Falar sobre diversidade e inclusão deve ser rotineiro, mas precisamos entender como fazer isso da maneira correta. Se ainda tiver dúvidas sobre essa discussão, deixe nos comentários ou acesse nosso site e fale conosco diretamente.