Quando se está iniciando um negócio, é comum deparar-se com diversas dificuldades. Primeiramente, há valores altos para iniciar, preocupações e mais gastos para garantia de boa localização. Além disso, a infraestrutura para atender bem a todos deve ser outra prioridade. Sem falar nas questões burocráticas, dores de cabeça para alugar um espaço, o possível baixo rendimento com o home office, dentre outras situações. Assim, pensando nessas condições, surgiu o coworking, que possibilita, entre outras vantagens, que o foco do coworker esteja nos objetivos.

O que é coworking?

Coworking é um espaço onde várias empresas e freelancers compartilham o mesmo ambiente de trabalho e ideias, dividindo entre si as despesas gerais e os locais de área comum. O local onde é possível trocar experiências com outros profissionais de áreas de atuação e de empresas diferentes, fazendo com que seja criada uma rede de networking incrível, em um espaço onde várias empresas e freelancers compartilham o mesmo ambiente de trabalho e ideias, dividindo entre si as despesas gerais e os locais de área comum. Isso é coworking!

Como funciona o coworking?

Funciona assim: você, empresa ou freelancer, que precisa de um espaço para trabalho, fazer reuniões ou eventos, aluga uma estação de trabalho. Estão inclusas algumas facilidades oferecidas por este modelo, como recepção, internet, estrutura física e outros serviços a mais que cada coworking diferente disponibilizar. Você vai pagar um valor de acordo com a sua necessidade, mensalmente ou por hora que usar, dependendo do plano selecionado. Além disso, como são espaços colaborativos, para que funcione, você deverá seguir certas regras de boa convivência.

Como surgiu e por quê?

O termo surgiu em 1999 com um designer de games chamado Bernie de Koven. Seu objetivo era estender o ambiente de trabalho por meio online. No ano de 2005, nos Estados Unidos, Brad Neuberg e mais dois empreendedores fundaram a Hat Factory. A iniciativa utilizava a ideia do coworking, compartilhando o espaço usado por eles para outros profissionais.

Esse conceito, tão atrativo, fez com que esse movimento se espalhasse pelo mundo todo. Atualmente, são apontados dados que mostram que aproximadamente 3% do mercado de escritórios do mundo estão situados em espaços de coworking. Este número pode chegar a 30% até 2030.

Já no Brasil, o primeiro coworking foi criado em São Paulo, por volta de 2007. Desde então o número de coworkings só vem aumentando cada vez mais ao longo dos anos. Um grande crescimento no Brasil se deu no ano de 2017, como mostra o gráfico feito pelo Coworking Brasil.

Grafico_Senso_Coworking_Brasil
Fonte: Censo 2018 do Coworking Brasil

Para quem é indicado esse modelo?

Agora você pode estar se perguntando se pode aderir a essa ideia do coworking, não é mesmo?

Não existe um grupo determinado de atividades e profissões que podem atuar dentro de um coworking. Normalmente, as profissões mais comuns nos coworkings são:

  • Profissionais de TI
  • Designers
  • Profissionais de comunicação
  • Advogados
  • Consultores
  • Coaches
  • Arquitetos
  • Engenheiros

Na verdade, as opções de profissões para se trabalhar em um coworking são infinitas. Existem também os coworkings temáticos, mais segmentados, como no caso do coworking para salões de beleza (Sola Salon Studios), localizado no Rio de Janeiro. Então basta você achar um coworking que se encaixe em seu perfil e mão na massa.

Quais as diferenças entre coworking e escritório virtual?

O coworking conta com a estrutura física que já vem inclusa no plano contratado, como o uso de internet, energia e água. Além disso, possui total suporte do coworking, inclusive com recepcionista. Contudo, o grande diferencial é que há a possibilidade de contato com profissionais de outros segmentos e outros serviços, em um ambiente que só o coworking pode oferecer. Já o escritório virtual conta somente com os serviços de atendimento telefônico, recebimento e gerenciamento de recados e correspondências, endereço físico e endereço fiscal.

Que serviços um coworking pode oferecer?

São vários os serviços oferecidos por um coworking que podem te ajudar tanto com relação à otimização de custos quanto no crescimento profissional. Não importa se você é iniciante ou um profissional já experiente. Dentre as facilidades e serviços mais oferecidos estão:

Salas privativas

Muitos coworkings oferecem salas privativas. Primeiramente, elas podem ser utilizadas para atendimento de clientes, caso o coworker queira um ambiente mais reservado. É também ideal para empresas com um grupo de funcionários de três a cinco pessoas trabalharem.

Estacionamento próprio

De acordo com um estudo feito pelo Coworking Brasil, cerca de 42% dos coworkings oferecem o serviço de estacionamento próprio.

Internet

Hoje em dia tudo é muito tão rápido, tudo tendo que ser “para ontem”. Portanto, a internet é uma importante ferramenta para que isso aconteça. É um ponto importante para ser levado em consideração na hora de escolher um coworking. Analise a qualidade deste serviço.

Escritório Virtual

Uma pessoa que trabalha de casa ou de um outro lugar de preferência, pode contratar o serviço de escritório virtual para gerenciamento de ligações, correspondência e recados, endereço fiscal e físico. Cerca de 70% dos coworkings oferece esse serviço.

Estações compartilhadas

É onde os coworkers vão trabalhar, dividindo a mesa com os demais profissionais, tendo a possibilidade de interação entre eles.

Recepção

Quem não gosta de ser bem recepcionado? O coworking oferece esse serviço que fará a recepção de seus clientes e gerenciamento de correspondências e de ligações.

Estrutura física

Na hora de escolher um coworking, deve-se ter atenção à estrutura física. Se você fica confortável naquele ambiente, se ele te atende, organização do local. Tudo isso influencia no seu trabalho e até mesmo na hora de atender um cliente.

Salas de reunião

O que é coworking

É um ambiente essencial dentro da estrutura de trabalho. Por mais que seja possível fazer reuniões em áreas comuns, muitas das vezes você e o cliente querem um lugar mais reservado para ter uma conversa mais calma. Normalmente esse espaço conta com mesas, cadeiras e televisão para projeção de apresentações.

Auditório

Existem alguns eventos externos que acontecem dentro do auditório do coworking. As pessoas que utilizam o espaço podem participar destas palestras e workshops e se atualizar cada vez mais. Além disso, as empresas também podem realizar eventos, concentrando tudo em um local só.

Espaço de convivência

É a área comum onde as pessoas podem se sentir mais à vontade, se reunir, tomar um cafezinho, bater um bom papo.

Impressoras

Em qualquer atividade, por mais que a era digital tenha chegado de vez, sempre temos que imprimir algumas coisas. Para isso, os coworkings oferecem serviços de impressão de qualidade.

Como um coworking pode impactar nas contas da empresa?

Além do valor que o coworking agrega a sua vida por conta da experiência no espaço e do networking que existe, você vai economizar uma quantia considerável no dia a dia. Assim, o valor gasto poderá ser visto muito mais como um investimento no seu negócio.

Imagina você ter que pagar água, telefone, internet, energia, manutenção geral (imóvel, equipamentos, materiais), adquirir móveis e equipamentos para o seu negócio, taxas burocráticas da prefeitura, como alvarás, licenças, limpeza do local (vigilância sanitária). Dependendo do caso, até mesmo pagar um salário de alguns funcionários, como recepcionista. Sem dúvidas será necessário uma boa contabilidade para tudo isso. Portanto este é um ponto de muita atenção neste cenário.

O coworking pode impactar também de outras formas. Por exemplo, umas das coisas mais importantes que se tem nestes espaços é o networking. Por meio dos relacionados criados, você têm oportunidades de fazer novos amigos, conseguir mais clientes, ter uma possível parceria de um projeto promissor. Assim, as chances de crescimento profissional dentro de um coworking são ótimas.

Quais são as vantagens do coworking?

  • Redução de gastos
  • Sem dor de cabeça com burocracia na hora de alugar um imóvel
  • Compartilhamento de experiências
  • Interação com muitas pessoas
  • Possíveis formações de parcerias e novos jobs
  • Expansão da sua rede de networking
  • Ótimo custo-benefício
  • Ambiente mais leve e descontraído, diferentemente do ambiente corporativo, que geralmente é mais pesado
  • Endereço fiscal

Quais as desvantagens do coworking?

Embora o coworking tenha muitas vantagens. Porém, similarmente também tem suas desvantagens:

  • Falta de privacidade devido à grande quantidade de pessoas circulando no espaço no dia a dia.
  • Também é fácil você dispersar do seu trabalho por conta do ambiente ser leve e descontraído. Isso faz com que você entre em uma conversa facilmente.

Conclusão

Então, se está querendo começar algo e não sabe onde, ou até mesmo para quem está querendo sair do home office, o coworking é uma boa opção.

Em conclusão, como em tudo na vida, você deve ter foco e disciplina. Com esses dois conceitos em mente, você consegue vencer possíveis deste modelo e aproveitar tudo o que ele pode te oferecer.

* Este por foi escrito por Jordan Estácio. Jordan tem 21 anos, cursa Design na UFES e é responsável pelo marketing digital da Multi Núcleo Treinamentos Integrados e Espaço MultiNúcleo Coworking. Tem interesses nas áreas de Identidade Visual, Design de Produto, Embalagem e Marketing Digital.

Consultoria Online

E então, gostou do conteúdo e de aprender mais sobre o que é coworking? Deixe seus comentários!