Conube

Conube


dezembro 2016
D S T Q Q S S
« nov.    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias


Quero abrir um negócio! Por onde devo começar?

José Carlos R. JúniorJosé Carlos R. Júnior

Atire a primeira pedra quem nunca pensou em ser o dono do próprio negócio. Aspirantes a empresários se aventuram no mercado em busca de oportunidades, mas muitos acabam jogando a toalha antes mesmo de darem o primeiro passo. E você deve estar se perguntando: “Quero abrir um negócio, por onde posso começar?”. E a resposta virá a seguir. Preparado?

A grande verdade é que abrir um negócio vai muito além de ter capital inicial para investimento. Aliás, falando em primeiros gastos, neste momento é importante você identificar quais serão os seus custos iniciais para abrir empresa. Se você não estiver preparado e com os pés no chão, a chance de insucesso aumenta muito.

Aliado a todas as dificuldades e incertezas naturais de qualquer início, a falta de conhecimento e a falta de ideias se tornam o primeiro obstáculo aos principiantes e faz com que eles desistam do sonho da autonomia financeira. A regra é simples: o sucesso não segue uma receita de bolo, mas conhecer alguns passos antes de começar um negócio é fundamental. Vamos lá, então?!

 

1. Amadureça a ideia

Se você quer mudar, comece fazendo aquilo de que gosta. Ninguém vai para frente sem paixão pela atividade que exerce. Escolha um ramo de negócio que tenha a ver com você, assim será muito mais fácil amadurecer a ideia e colocá-la em prática. E você pode estar se perguntando: a ideia do meu negócio precisa ser pioneira para dar certo? E a resposta é simples: não necessariamente.

Muitos empreendimentos de sucesso partiram de ideias já existentes, assim como muitos negócios que se originaram de ideias pioneiras já quebraram. Mas como identificar uma ideia de negócio promissora? Para aqueles que já são experientes e já possuem uma boa visão de mercado, identificar uma boa ideia de negócio pode até ser uma tarefa fácil, mas para iniciantes isso é um grande desafio, que deve ser encarado com muito cuidado.

A primeira etapa para uma boa ideia virar um negócio requer muita pesquisa e pouco, ou quase nenhum, investimento. Nessa etapa, você terá que fazer uma boa análise exploratória, como pesquisas de mercado ou testes de laboratório (caso seja um produto revolucionário).

Vejamos algumas perguntas que você deve fazer sobre sua ideia de negócio:

 

O grande erro nesta fase inicial de amadurecimento da ideia é quando os empreendedores se fecham, com medo de que a ideia seja roubada por alguém. Mas isso é um grande equívoco, pois, ao compartilhar a ideia com alguém, é possível coletar informações essenciais para amadurecê-la e desenvolvê-la melhor.

Procure pessoas experientes na área que pretende atuar, elas poderão oferecer dados e informações importantíssimas, que lhe darão base para um bom começo — ou seja, você irá aprender a solucionar os problemas apontados por terceiros de forma a não cometê-los.

 

2. Monte um plano de negócio

Uma empresa nunca deve ingressar no mercado sem a elaboração de um modelo de negócios. Talvez esta seja a etapa mais importante para quem quer se tornar um empreendedor. Definir os objetivos, o capital de abertura, a análise do mercado e concorrência, e a análise de tudo que a empresa irá oferecer são pontos cruciais para o sucesso de uma ideia e seu funcionamento.

Quero abrir um negócio - Por onde devo começar?Após o amadurecimento da ideia, é hora de colocar no papel tudo o que foi definido. O plano de negócios é o momento em que o empreendedor pode definir se sua ideia tem potencial de se tornar um negócio ou se é inviável.

A forma como a ideia é colocada no mercado pode levar ao sucesso ou ao fracasso do negócio, dependendo da visão do empreendedor ao definir sua forma de implantação. Diante de uma economia cada vez mais instável e com recursos mais escassos, saber administrá-los evita deslizes que podem ser fatais para quem está ingressando no mercado. Ser capaz de colocar a ideia no papel é um passo muito importante para que principiantes a empreendedores se sintam mais seguros e possam realmente ter um negócio sólido nas mãos.

 

3. Desapegue-se da ideia original

Embora pareça um tanto estranho, a ideia original pode levar ao sucesso ou ao fracasso quando o empreendedor se “apega” demais a ela e não tem flexibilidade para propor adaptações, mudanças ou mesmo reinventá-la em função das oscilações de mercado.

Lembre-se que:

 

4. Pesquise o mercado e a concorrência

Coisas importantes para saber antes de abrir empresaVocê pode criar um plano de negócios perfeito, mas, se a sua ideia de negócio não for validada como uma oportunidade e não conseguir aprovação do mercado, ela estará fadada ao fracasso, ou melhor, não durará muito tempo para contar história. Muitos empreendedores, quando ingressam no mundo do empreendedorismo, acabam partindo de um caminho inverso do ideal. Criam o produto e/ou serviço para depois conhecer as necessidades das pessoas. O certo é desvendar e entender o seu segmento de negócio para então desenvolver a ideia adequadamente.

Uma dica que pode ser muito valiosa é ter um bom networking. Ter contatos é fundamental para pesquisar mercados e conhecer a concorrência; além disso, um bom relacionamento possibilita encontrar potenciais parceiros que poderão abraçar sua ideia e impulsionar o empreendimento. O bom e velho boca a boca ainda é o que muitos empresários utilizam, seja para novas oportunidades ou mesmo para promover um produto ou serviço através da rede de contatos. Ter uma boa reputação continua sendo fator-chave para quem quer ter sucesso e se solidificar no mercado.

 

5. Defina os produtos/serviços

Atirar para todos os lados não é algo que trará mais clientes e muito menos sucesso ao seu negócio, muito pelo contrário, a falta de foco pode prejudicar o estabelecimento da ideia e, consequentemente, a implantação do empreendimento. É preciso que cada passo seja traçado individualmente, já que não é possível “abraçar o mundo de uma só vez”. Cada produto/serviço possui seu próprio mercado e seu público-alvo.

Conhecer as dificuldades de um setor já é difícil, imagine de vários. Por isso, delimite já no plano de negócios a ideia que deseja desenvolver e trabalhe arduamente nela, empregue todos os esforços na sua melhoria e como seu público vai reagir com o que será disponibilizado. Aposte todas as suas fichas naquilo que você gosta e trabalhe a ideia do começo ao fim. Não caia nas armadilhas de querer fazer tudo ao mesmo tempo — isso não funciona.

Formato ideal para sua empresa

José Carlos R. Júnior é jornalista, redator e revisor de textos. Trazendo uma experiência de mais de 10 anos gerenciando editorias em diversas mídias online e impressas, é hoje o responsável pela gestão de conteúdos e de comunicação da Conube.

Comments 0
There are currently no comments.